O que é Ansiedade em crianças e adolescentes?

O que é Ansiedade em crianças e adolescentes?

A ansiedade é uma resposta natural do organismo a situações que são percebidas como ameaçadoras. Quando se torna excessiva e persistente, pode transformar-se num bloqueio emocional afetando diversos contextos. Nas crianças e adolescentes, a ansiedade pode afetar significativamente o desenvolvimento social, emocional e escolar.

Os sinais de ansiedade em crianças e adolescentes podem variar, mas incluem:

  1. frequentemente sintomas físicos, como dores de barriga e/ou cabeça;
  2. problemas de sono;
  3. mudanças no comportamento, como irritabilidade;
  4. evitamento de situações sociais;
  5. dificuldades atencionais;
  6. medos intensos, persistentes, racionais ou irracionais;

Por exemplo, uma criança ou adolescente que demonstra extrema preocupação com o desempenho escolar mesmo após ter obtido excelentes notas. Queixa-se constantemente de dores de barriga principalmente durante períodos de testes ou exames e pode começar a evitar participar em atividades sociais ou eventos escolares, demonstrando nervosismo excessivo e inquietação antes de interações sociais, mudanças no sono e apetite. (o exemplo é meramente ilustrativo porque os sinais podem variar de pessoa para pessoa)

Em que momento os pais devem procurar ajuda terapêutica?

A procura de ajuda especializada deve ocorrer quando os pais percebem que as estratégias habituais não estão a ajudar a criança ou adolescente a superar o sofrimento e dor emocional que o problema possa estar a causar.

Por isso, os pais devem estar atentos:

  1. Persistência dos sintomas: Se os sintomas persistirem ou piorarem apesar das estratégias de intervenção dos pais e do apoio familiar;
  2. Impacto na vida diária: Se o problema do filho estiver a afetar significativamente o seu funcionamento diário, como na escola, em casa ou nos relacionamentos;
  3. Preocupações persistentes: Se os pais estiverem constantemente preocupados com a saúde mental do seu filho e não souberem como lidar com os problemas apresentados, procurar orientação pode ser benéfico para toda a família.

Paulo Dias – Neuropsicólogo e Hipnoterapeuta da Clínica Dr. Alberto Lopes

 

Partilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

twelve − 5 =

× Como posso ajudar?